Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Provas desportivas: Trail

prova-trial

Se há uma característica que define perfeitamente o trail running é que se trata de uma das provas desportivas que não têm como cenário natural a tradicional pista de atletismo, nem sequer o campo, mas desenvolve-se em terrenos mais abruptos, em montanhas, caminhos secundários e inclusive por caminhos extremamente escarpados. Esta peculiaridade é o seu principal atrativo, que faz com que cada ano milhares de seguidores participem num maior número de provas que alberga o calendário desta dura especialidade atlética, não só em território nacional, mas em qualquer parte do mundo. Pode ser que o associes às ultra maratonas, mas não é exatamente o mesmo. Não é em vão que o trail running tem como cenário terrenos mais acidentados. 

Pratica-se em diferentes formatos de corrida: grandes percursos, travessias, subidas aos cumes mais importantes, etc. Serás tu próprio a definir a modalidade de corrida na qual desejas participar. São igualmente duras, e necessitas de um treino muito exigente, mas também especializado que não deves esquecer na tua preparação se desejas culminar com êxito o percurso. Nem todos o conseguem, já que as suas características especiais fazem com que os abandonos sejam muito frequentes.  

Estratégias nos treinos

Uma grande parte das pessoas que praticam esta atividade desportiva provém do atletismo em pista, outros do esqui de travessia, outros do alpinismo, inclusive alguns iniciaram-se com esta modalidade. Em qualquer dos casos, a chave reside na adaptação ao meio e na resistência. Alguns conseguem rapidamente, mas a maioria não. O primeiro que deverás fazer é adquirir um alto grau de paciência e ir ganhando a resistência necessária, o ritmo nas subidas ou a técnica nas descidas, entre outras habilidades no decorrer da corrida. 

A resistência e o amor à aventura serão as chaves principais para entrares neste desporto extremo. Os treinos dos iniciados devem começar em pequenas montanhas, através de corridas realizadas a um ritmo regular e suave que que permita assimilado esforço realizado, e claro, desfrutando do ambiente natural onde se desenvolve este tipo de provas. E sem te obcecares com as marcas, já que o rival que tens és tu próprio, mais ninguém. 

À primeira regra para te iniciares nesta atividade desportiva será que abandones os teus treinos em circuitos urbanos. Deverás utilizá-los apenas para manteres a tua condição física. Será a oportunidade para correr em diferentes cenários: com fortes desníveis e terrenos onde é mais difícil manter um ritmo forte. O treino nestes espaços naturais será  obrigatório para adquirir o grau de resistência necessário que estas provas requerem.

Preparação no ginásio

A tua visita ao ginásio será outro passo mais que necessário se desejas levar a sério este tipo de corridas especiais. Fundamentalmente pelo grau de resistência e força que proporciona aos teus músculos e ao teu organismo em geral. Mas de uma forma mais especializada que noutros desportos não tão exigentes. Assim que:

  1. Será fundamental um trabalho de pernas no ginásio para ir preparando estampaste tão importante do corpo ante os esforços destas corridas. Não te preocupes porque, no ginásio, dispões de todos os aparelhos necessários para as fortalecer. 
  2. Não te esqueças dos exercícios excêntricos, que soa a base da preparação. Em que se fundamentam? Muito simples, são movimentos que têm como principal objetivo o aumento da força muscular e, num grau menor, da velocidade das articulações. Além disso, ajudar-te-ão a prevenir lesões durante a prática deste desporto
  3. Podes aproveitar a visita ao ginásio para melhorar também as tuas articulações e músculos para que tenham uma melhor resposta na corrida. Neste caso, com as  bicicletas estáticas e com a popular passadeira. Será muito conveniente que dediques várias sessões por semana a estampaste tão importante do treino. Porque, além disso, ajudarás o teu sistema cardiovascular a preparar-se antenas esforços que realizarás no dia em que compitas e inclusive nos treinos mais exigentes. 

Todas estas ações são imprescindíveis se desejas introduzir-te no mundo do trail, e só num ginásio terás os instrumentos necessários para pores o teu corpo nas condições que esta atividade exige. 

Propostas para participar

As alternativas que te ofrece o calendário nacional são certamente extensas e variadas. Podes participar em provas com cinco quilómetros ou com mais de cinquenta. As opções que te proporcionam são inúmeras. Podes iniciar-te naquelas mais curtas e com desníveis suaves. Mas se queres dar o salto e correr em provas mais exigentes podes participar nas muitas provas que estão programaras pela geografia nacional.

Ainda que para os amantes desta disciplina desportiva, as duas grandes provas por excelência, pela sua beleza e dureza, são as que decorrem em Navarra: a Camille Extreme e a célebre Boca do Inferno, às quais acodem todos os anos uma infinidade de corredores com vontade de competir nas condições mais adversas que se possam ter. Ambas são consideradas as provas mais representativas do calendário internacional de trail. 

Pode ser que ao princípio seja um desafio excessivamente duro. Mas com uma boa preparação e uns treinos ajustados, tanto nos terrenos onde decorrem estas provas como no ginásio, conseguirás participar numa das atividades mais gratificante que podes encontrar hoje em dia no desporto. Com a vantagem adicional de que estarás sempre em contacto com a natureza. E porque não, desfrutar das paragens naturais mais bonitas que há espalhadas por toda a geografia. Não se pode pedir mais.

Virgin Active
#AlwaysDiscovering

Comentários ()