Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Passaporte Virgin Active

Passaporte Virgin Active

Estimados amigos,

Quero dar-vos conta, de forma resumida, da minha experiência pessoal no universo Virgin Active para lá da fronteira.

Por razões maioritariamente profissionais, tenho sistematicamente de me ausentar do país. Estas ausências podem facilmente corromper a disciplina e a frequência do treino.

O que fiz para que isso não acontecesse, foi disciplinar-me a cumprir diariamente com pelo menos 1 hora de exercício na forma simples de jogging/corrida.

Este treino, apesar de não ser um problema durante o Verão, com a aproximação do Inverno, do frio e da chuva, não é o mais “moralizador” – pelo menos para mim não é.

Consequentemente e sabendo da presença internacional da Virgin Active, resolvi perguntar ao Hugo Aguiar - gestor de cliente no meu clube em Oeiras - se haveria alguma solução que possibilitasse a extensão territorial do meu contrato a outros clubes Virgin Active internacionalmente. Com a naturalidade de quem já tem tudo pensado e estruturado antecipadamente, apresentou-me o “Passaporte Virgin Active”. Como o nome indica, este documento permite o acesso/trânsito noutros clubes a nível internacional (com uma ou outra exceção em clubes mais “exclusivos” e dependendo da tua inscrição), sem qualquer custo acrescido, apenas limitado a 21 acessos por anuidade.

A emissão foi imediata, e pude já experimentar as vantagens de ser portador deste documento, que me abriu as portas do clube Virgin Active Las Rozas de Madrid - Espanha.

O que encontrei em Las Rozas foi a mesma simpatia que presencio diariamente em Oeiras.
A primeira impressão foi a de me terem recebido sem qualquer entrave, fazendo questão de me “oferecer” uma rápida visita guiada de 5 minutos, só para que fosse mais fácil conhecer as 4 ou 5 grandes áreas do clube e me poder “orientar” mais facilmente.

É um clube com sensivelmente o dobro da área total do clube de Oeiras, densamente ocupado, pelo menos entre as 19h e as 21h. Os instrutores sempre simpáticos e atentos a qualquer questão e muito dinâmicos e proactivos no acompanhamento dos sócios.

Notei falta de um ou outro equipamento que uso no clube de Oeiras, mas que ali tive de substituir por alternativas adequadas, com a ajuda dos instrutores de sala.

Pareceu-me existir ali equipamentos de “última geração”, como simuladores de BTT (junto foto) agregados a uma V-Cycle – sería interessante tê-los também em Oeiras. Os balneários significativamente mais pequenos e consequentemente mais ocupados. A higiene e limpeza geral são absolutamente garantidas. Valerá a pena visitar a piscina e o SPA, que neste caso oferecem uma área de simples repouso e o “banho romano” que me parece ser algo entre a sauna e o banho turco…

De 0 a 10, e sabendo que dou nota 9 ao clube de Oeiras, diria que um 7 fica bem atribuído ao clube de Las Rozas.

Fiquem ligados, mais crónicas já a seguir! Bons treinos.

Sérgio Moreira
Sócio de Virgin Active Oeiras

Comentários ()