Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

O que é o Poke e o que pode fazer por ti?

poke-bowl

Provavelmente já ouviste falar do Poke Bowl porque foi um dos pratos mais fotografados por foodies e healthies nos últimos meses. De fato, há mais de 70.000 publicações no Instagram etiquetadas com o hashtag #pokebowl.

Não é para menos, o prato do momento caracteriza-se por ser muito fotogénico devido às suas cores e estética oriental e, além disso, é o ultimo grito em cozinha saudável. Como iria passar desapercebido nas redes sociais?

Mas… o que é o poke? O poke é um prato tradicional do Havai que se popularizou na ilha na década dos anos setenta.

 Originalmente era uma comida típica dos pescadores havaianos, que utilizavam as sobras do peixe do dia, cortando-os em pedaços pequenos, temperando-os com especiarias, molhos e outros produtos autóctones como algas ou noz da Índia e servindo tudo isto numa simples taça.

De fato, o nome poke deriva da técnica de cortado e quer dizer, literalmente, “cortado aos pedaços”. Por influência japonesa a este prato foi incorporado o wasabi, o molho de soja ou o óleo de sésamo.

O prato pouco a pouco foi-se enriquecendo com o passar do tempo e agora é o reflexo de uma combinação acertada de três elementos que variam em função das receitas e dos gostos.

Um primeiro elemento seria o que se encontrava na origem do prato, o peixe cru cortado aos pedaços e marinados em molho de soja temperada com especiarias. O mais frequente é encontrar atum, mas também é fácil encontrar pokes que têm como ingrediente principal o salmão ou o polvo.

O segundo elemento é a base, que costuma ser de arroz branco, ainda que possas encontrar este tradicional prato havaiano com uma base de arroz integral ou quinoa. E o terceiro composto deste prato tao saudável é uma mistura de ingredientes frescos como o abacate, cebolinhas, pepino, verduras, tomates cherry, algas, ovas, entre outros.

É muito apreciado entre os amantes da alimentação saudável e do estilo de vida saudável devido à utilização de super-alimentos como as algas, o sésamo ou o peixe cru.

Porque este prato teve tanto êxito? Porque é um prato leve, saudável e saboroso, que pode estar perfeitamente integrado numa alimentação equilibrada. Além disso, é mais saciante que outros pratos saudáveis e é altamente versátil.

Uma das grandes vantagens é que podes personalizar os teus poke bowl como queiras para que sejam muito apetecíveis e saudáveis.

Como chegou o poke a Portugal? Este prato introduziu-se nos círculos foodies e healthies o ano passado depois de se ter convertido no prato estrela dos Estados Unidos.

Este prato tinha-se convertido numa parte fundamental da dieta da população mais saudável do país, a de Los Angeles, e observou-se como se tinha instalado nos menus dos estabelecimentos da cidade porque era um prato compatível com uma vida ativa e saudável.

Até o conhecido ex presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, havaiano de nascimento, confessou-se um verdadeiro amante deste prato tão saudável.

A receita de poke bowl é muito fácil e, sobretudo, muito rápida, razão pela qual já não há desculpas para não comer de uma forma saudável.

Receita Poke Bowl para duas pessoas

Ingredientes:

  • 200 gramas de arroz branco.
  • 175 gramas de lombo de atum em cubos grandes
  • Meio abacate.
  • 8 tomates cherry.
  • Uma colher de cajus esmagados.
  • Meio pepino grande em vinagre.
  • Meia cebolinha.
  • Meio jalapeño (pimenta-jalapenho).
  • Uma colher e meia de coentros picados.
  • Uma colher e meia de sésamo torrado.
  • 2 colheres de molho de soja.
  • Uma colher e meia de óleo de sésamo.
  • Meia colher de chili em pó ou pimenta de cayena moída.
  • Alga nori.
  • Meio limão.

O modo de preparação é muito simples:

Ferver o arroz. Uma vez fervido, deve secar-se e deixar arrefecer.

Retirar as folhas da cebolinha, limpar, cortar em rodelas finas, que se devem esmagar numa taça com o sumo de limão.

Para o molho, tem de se ligar o molho de soja com o óleo de sésamo e incorporar o sésamo torrado e a cebolinha.

O passo seguinte é descascar o abacate e cortá-lo em cubos com cerca de ½ centímetros. De seguida, cortar os tomates ao meio e o jalapeño (pimenta-jalapenho) em rodelas finas. Continua laminando o pepino e cortando a alga nori em tiras com cerca de três centímetros como se fosse juliana.

Quando ja tenhas tudo isto, chegou a hora de marinar o ingrediente fundamental do prato: o atum. Para isso, tens de cortar este peixe em cubos e daixá-lo repousar um par de minutos num recipiente com o molho de soja feito previamente.

Enquanto marina, é o momento de começar a distribuir os ingredientes nas taças. Em primeiro lugar, colocar uma cama de arroz, sobre esta juntar o atum marinado. Depois de juntar o peixe deves incorporar o abacate, o pepino, os tomates e a alga.

Para terminar o prato junta umas folhas de coentros picados e a colher de cajus esmagados. Desfruta deste saboroso e completo prato sem deixares de te cuidar.

Experimenta fazer esta receita e incorporá-la no teu estilo de vida para viver os teus dias cheio de energia e positivismo.

Se tens de comer fora de casa, continuar com a tua dieta saudável não será difícil, já que cada vez são mais as cidades onde prolifera a existência de poke bowls. Há uma explosão de poke bowls nos menus de restaurantes de Lisboa e do Porto.

Este prato é absolutamente recomendável para levar num tuperware para o trabalho, pois é um prato que se serve frio e está elaborado com ingredientes que conservam as suas propriedades na perfeição durante algo mais de 24 horas.

Virgin Active
#AlwaysDiscovering

Comentários ()