Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Gordura Visceral é considerada a mais perigosa

Gordura Visceral é considerada a mais perigosa

A gordura visceral é a gordura que se acumula nas camadas profundas do abdómen, envolvendo os órgãos internos como é o caso do coração, fígado, estômago, rins, intestinos e pâncreas. A função da gordura visceral é proteger os órgãos do aparelho digestivo, mas o problema é quando o nível de depósito dessa gordura passa os limites.

Esta gordura liberta ácidos gordos, hormonas e proteínas inflamatórias, que em demasia no nosso corpo pode afetar negativamente a capacidade dos nossos órgãos vitais funcionarem adequadamente.

Todas estas complicações podem provocar resistência à insulina (diabetes), aumentar o risco de ataques cardíacos ou AVC, reduzir o bom colesterol (HDL), aumentar o mau colesterol (LDL) e ainda o aumento da pressão arterial (hipertensão).

Para saberes se tens gordura visceral elevada basta solicitares a um dos nossos instrutores de fitness que te façam uma avaliação física detalhada. Assim poderás confirmar de forma segura se os teus níveis de gordura visceral estão normais. Se o resultado for superior a 12 existe já um depósito elevado de gordura. 

Todos sabemos que um estilo de vida sedentário e uma alimentação desregrada levam ao excesso de gordura visceral e abdominal. Por isso, a melhor forma de começar a perder a barriga e eliminar essa gordura é ter um estilo de vida saudável, fazendo uma dieta saudável e exercício físico regular, com exercícios cardiovasculares e de força.

A boa notícia é que é mais fácil perder gordura visceral do que perder gordura subcutânea e que mesmo perdas modestas de gordura visceral podem trazer melhorias substanciais à sua saúde.

Por isso, fala com o teu instrutor, marca uma avaliação física e começa já a treinar e a cuidar da tua alimentação.

Em pouco tempo verás os resultados!

Ana Rosa Vieira

Life Consultant Virgin Active Gaia

Comentários (2)

Maria Vicência

Enviado el

gostava de saber como é possível uma pessoa magríssima ter um nível visceral de 93%
agradeço antecipadamente se se dignarem responder-me sem me conhecerem
bem hajam
Vicência Responder

Virgin Active Portugal

Enviado el

Cara Maria Vicência,

Todas as pessoas têm gordura visceral, não importa o quanto se pesa. A nossa gordura e a forma como se acumula dependem de inúmeros factores, tais como a genética, o estilo de vida, a idade e o sexo. As pessoas “magras” podem ter altos níveis de gordura visceral em seus tecidos, enquanto que pessoas com excesso de peso podem ter mais gordura subcutânea e, portanto, poderiam até mesmo ser metabolicamente mais saudáveis do que aquelas que são mais magras.

Pode ser magra “por fora” e acumular gordura interna, principalmente se não fizer exercício físico que ajude o seu metabolismo a perder essa gordura acumulada. Se a sua alimentação for rica em gorduras saturadas, como bolachas, bolos, biscoitos, pães, manteigas, queijos, óleos, molhos, e outros alimentos semelhantes que promovam a acumulação de gordura no nosso corpo, também contribui para que possa se acumular gordura visceral, mesmo não conseguindo ter nenhum fator externo que o demonstre. Muitas vezes dietas restritivas, também podem ter o efeito contrário na perda de gordura, porque o nosso corpo, pela falta de alimento, perde muitas vezes a massa muscular e armazena a gordura visceral para o caso de voltar a sentir falta do mesmo. A menopausa é ainda outra das causas possíveis, assim como o stress e a falta de descanso.

Esperamos ter ajudado. Responder