Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Descansas enquanto treinas?

descansar

Praticar desporto é realmente importante para a manutenção de um corpo são, saudável e em forma. No entanto, um treino excessivo, longe de aumentar o teu rendimento, pode ser prejudicial ou contraproducente. Como tal, deves aprender a gerir as horas de descanso que necessitas para realizar um treino correto e positivo.

Um dos erros mais comuns produz-se quando cremos que para obter melhores resultados é imprescindível treinar todos os dias de maneira continuada. De fato, o nosso corpo requer um processo de reparação, recuperação e adaptação muscular para poder progredir adequadamente. E mais, sem este tempo de trégua desportiva, seremos muito mais vulneráveis ao aparecimento de lesões.

É um razoamento bastante simples no qual o treino pressiona constantemente as tuas articulações e gera um cansaço nos músculos. Como tal, depois de um esforço de tal magnitude, é óbvio que tanto o corpo como a mente devem descansar. Com efeito, o descanso é o nosso maior aliado para poder prevenir todo o tipo de lesões, fraturas ou cãibras (juntamente com outros elementos indispensáveis como uma alimentação equilibrada, o aquecimento e a hidratação).

Numerosos estudos deitam por terra essa ideia absurda de que parar um dia para descansar arruína todo o caminho. Na realidade, é ao contrario. Para perdermos por completo a nossa forma física, teríamos de fazer uma paragem dos treinos de duas semanas como mínimo. Descansar depois de um desgaste considerável no treino ajuda-nos a preparar o nosso corpo para melhorar.

Como é lógico, para poder render em condições nos nossos exercícios desportivos, é fundamental ir com os músculos totalmente recuperados e preparados para enfrentar o trabalho. Desta forma, teremos as energias necessárias para desempenhar as nossas funções com um resultado ótimo e satisfatório que não nos prejudique a longo prazo.

A importância de dormir

Existem umas máximas que todos os desportistas devem respeitar: treino, alimentação e descanso. Ou seja, se não descansamos e não dormimos o suficiente comprometeremos os tempos de reação e o nosso rendimento cairá provocando um declive geral no comportamento físico geral. Por outro lado, investigações recentes indicam que, durante a terceira ou quarta etapa do sono, o nosso corpo liberta a chamada hormona do crescimento humano (produzida pela pituitária na base do cérebro) na qual o corpo recupera um estado satisfatório graças aos seguintes efeitos:

  1. Reparação do músculo
  2. Aumento de massa muscular
  3. Queima de gordura
  4. Construção óssea

Para isso as horas de sono têm uma importância vital. Para conseguir uma recuperação completa, precisaremos descansar uma media de 6 a 9 horas (dependendo de cada pessoa). Não obstante, não se trata apenas de um problema de números e quantidade. Pois não é o mesmo descansar 8 horas com uma qualidade de sono boa que com uma que foi má. Neste sentido, proporcionamos-te uma série de conselhos para que a tua qualidade de sono seja excelente:

  1. Deitar-se demasiado cedo para recuperar horas de sono não é uma técnica favorável. Se decidimos meter-nos na cama antes do habitual e rompendo a nossa rotina de sono acabará por converter-se num inconveniente. Neste caso, se adiantarmos 1 ou 2 horas será mais que suficiente. Por outra parte, evita descansar mais do que o normal no fim de semana e férias. Os extremos são maus nas duas situações.
  2. Tenta não cair na tentação das tão desejadas sestas. Se são um elemento indispensável na tua vida, reduz o seu tempo de duração para um máximo de 20/30 minutos. Meia hora de sesta é a medida exata para renovar energias sem que afete o teu sono noturno.
  3. Combina Zinco e Magnésio para melhorar a tua qualidade de sono:
  • Por muito estranho que te possa parecer ao principio, o zinco encontra-se em muitos alimentos que consomes com frequência: frutos secos, espinafres, aveia, coco, pão e arroz integral, lentilhas, grão, alho, cebola, feijão, carnes, etc. O que talvez ainda não saibas é que o zinco tem efeitos anti-inflamatórios e ajuda-nos na recuperação dos músculos
  • magnésio, alojado em alimentos como frutos secos, tâmaras, cacau, gérmen de trigo entre outros, atua diretamente na concentração e, ainda mais importante, no relaxamento muscular. Estabiliza a pressão sanguínea, diminui os níveis de açúcar no sangue e reduz essa resistência à insulina que as gorduras geram.

Muitos são os desportistas que acabam estancados nas suas rotinas de treino e não conseguem melhorar nem desenvolver a sua força e musculatura. Este problema pode dever-se ao fato de que músculos foram expostos a excessivos treinos e, literalmente, já não sabem como responder. Demasiado exercício sem nenhum tipo de descanso pode fazer que obtenhamos o resultado contrário ao desejado e terminemos por cansar a musculatura e impedir o seu progresso.

Para render ao nível que todo o desportista deseja é fundamental enfrentar cada dia de treinos e excelentes condições físicas. Deste modo, competiremos com todas as nossas forças e descobriremos que somos capazes de alcançar as metas pouco a pouco e sem frustrações. Como conseguinte, é primordial descansar entre treinos, não trabalhar mais de uma vez por semana com o mesmo grupo muscular, e ter um dia de descanso por semana. Em troca, aos fins de semana, podemos aproveitar para realizar exercícios aeróbicos ou todos aqueles que não suponham um desgaste descomunal.

Concluindo, tira partido das tuas férias e dias de descanso para romper com a rotina do ginásio e desporto que tanto te frustrou. Se notas que a pressão não te deixa evoluir e não vês essa melhoria no teu corpo, quer dizer que não estás a atuar do modo adequado. As obsessões nunca foram boas companhias, como tal muda de mentalidade e de hábitos de treino. Sê sempre consciente da importância do descanso nos hábitos do exercício e dá ao teu corpo o descanso que ele requer.

Virgin Active
#AlwaysDiscovering

Comentários ()