Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Cuida do teu coração

Cuida do teu coração

As doenças cardiovasculares são as principais causas de óbito na Europa, registando-se mais de 50% do total de mortes em indivíduos com idades superiores a 65 anos.

Como principais promotores de doenças arteriais coronárias podemos referir: hiperinsulinemia (resistência à insulina); hipertensão (resistência das artérias ao fluxo sanguíneo); dislipidemia (distúrbios do metabolismo lipídico) e obesidade sob a forma androide (elevada acumulação de gordura visceral).

Segundo o American College of Sports Medicine, o exercício físico, tanto aeróbico como de resistência muscular, consegue uma normalização do tónus muscular, como também uma melhor eficiência do GLUT 4 (proteínas transportadoras de glicose), reduzindo a resistência à insulina, que está diretamente relacionada com a obesidade androide. Combatem as dislipidemias, ou seja, síndromes metabólicas com repercussão sobre os níveis de lipoproteínas.

Níveis anormais de colesterol total, triglicerídeos, HDL, LDL e lipoproteínas (a) plasmática estão independentes e diretamente associados ao desenvolvimento da aterosclerose, principal patologia coronária. Para indivíduos hipertensos, o exercício de resistência assistida (musculação) tem um efeito hipotensivo pós-exercício que pode perdurar de alguns minutos até algumas horas subsequentemente ao termo do exercício.

EXERCÍCIO AERÓBICO OU DE RESISTÊNCIA ASSISTIDA?

Exercício aeróbico - uma sessão de exercícios aeróbicos com intensidade entre 70% e 75% do VO2 máximo consegue promover mudanças benéficas de redução do LDL e aumento do HDL, tanto imediatamente, como entre 24 e 48 horas após o exercício. A explicação deste processo reside no melhor funcionamento dos processos enzimáticos envolvidos no metabolismo lipídico.

Exercício de resistência assistida (musculação) - a massa e a percentagem de gordura influenciam diretamente o metabolismo lipídico e o perfil das lipoproteínas. Aumentando a massa muscular, obtém-se como consequência o aumento do metabolismo bassal, ou seja, o número de calorias gastas por dia acaba por ser maior. A musculação assume um papel fundamental no índice de HDL através da sua importância nos processos de hipertrofia muscular e, por conseguinte, redução na percentagem de gordura.

Aconselha-te com o teu médico e com um profissional do exercício. Portador da doença coronária, ou não, o exercício físico deverá fazer parte do teu dia a dia. Não numa vertente atlética, mas antes, no sentido de facilitar as tuas tarefas quotidianas e prevenir, ou reabilitar, o teu músculo mais precioso. Mexe-te!

Samuel Corredoura
Personal Trainer
Virgin Active Oeiras

Comentários ()