Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Combate a preguiça

combate-preguiça

É uma verdade mundialmente reconhecida que, seja qual for a estação do ano, não fazer nada sempre foi, e será, uma das atividades mais atrativas e cómodas que se podem encontrar em algum lugar. Vivemos num mundo propenso à preguiça: a televisão, a comida pré cozinhada, os automóveis… tudo parece estar feito para facilitar ao máximo a vida evitando o mínimo esforço. No entanto, para alcançar uma meta, por muito fácil e simples que seja, devemos dedicar um tempo e um esforço, uma constância que só é possível conseguir combatendo a preguiça

Devemos ter claro uma coisa: a preguiça não é algo genético, é uma condição que se adquire com o tempo, e como tal, que aumente ou diminua depende que uma pessoa dedique mais tempo e esforço aquelas atividades físicas que considere importantes, ou pelo contrário, que dedique todo o tempo ao sofá. Se a preguiça é o teu fiel amigo, deves saber que é fácil que te desligues dela seguindo estes simples conselhos: 

Marcar um objetivo realista

Este ponto pode parecer muito óbvio, mas na realidade costumamos fazer muitos "castelos na areia" e quando estipulamos um objetivo ou marcamos uma meta em concreto, costumamos imaginar-nos já no cume da montanha, quando o caminho já foi percorrido em toda a sua extensão. O certo é que para alcançar grandes metas devemos estipular objetivos realistas, que estejam definidos a curto ou médio prazo para que tanto o progresso como a conclusão sejam abarcáveis num período de tempo que quanto mais curto melhor. E uma vez alcançados, voltam a estabelecer-se outros objetivos um pouco mais elevados, sempre com as mesmas diretrizes. Um exemplo do que mencionámos seria correr uma maratona. É impossível completar uma maratona sem nunca ter praticado exercício, no entanto, sim que se pode estabelecer um objetivo de correr durante um quilómetro, depois dois, três é assim sucessivamente. 

A constância

Com a constância ocorre algo muito similar. Para conseguir objetivos, deve estabelecer-sr uma rotina que seja realista, que seja acessível rendo em conta a disponibilidade e as possibilidades de a levar a cabo. E pô-la em prática não requer nenhum esforço extraordinário, já que basta começar com rotinas mais leves e pausadas, e ir incrementando-as com o passar do tempo para que assim, a dedicação aqueles objetivos que tenhamos marcado, se incremente paulatinamente.

O treino

Já diziam as avós: ninguém nasce ensinado. Como tal, tudo o que pretendas realizar requer um treino, por vezes moderado, outras intenso, mas deves ser consciente que às vezes será tedioso, mas que em outras - possivelmente a maioria - será a tua fonte de motivação, já que pouco a pouco verás os resultados que obténs. 

A companhia

Um dos melhores remédios para a preguiça é uma boa companhia. Não há nada melhor que rodearmo-nos de pessoas que gostem de desporto para que a sua atitude, o seu otimismo e a sua vontade de superação nos contagie. Desta forma, não só será muito mais divertido, mas também obtemos esse empurrão que necessitamos - alguns dias - para poder arrancar. 

O descanso

O cansaço é um dos piores inimigos de qualquer atividade, já que, quando estamos com sono e esgotados, não só se incrementa a preguiça como também a apatia, a sensação de abatimento, etc. O descanso serve para uma pessoa se recompor e é tão necessário como saudável. Sendo assim, descansando bem, verás que te levantarás todos os dias com as pilhas recarregadas e com vontade de "comer o mundo".

Condições ótimas

Cada pessoa é diferente, por isso, nenhum remédio é eficaz para todos. Se queres saber o que é melhor para ti deves experimentar, experimentar e experimentar. A algumas pessoas o exercício matutino ajuda-as a encarar o dia com otimismo é bom humor. A outras os exercício noturno alivia-as e relaxa-as de todas as tensões acumuladas durante o dia, outros praticam-no durante o fim de semana para desconectar ou por diversão. Podem haver milhares de contextos distintos e cada um deve descobrir o que melhor se adapte às suas condições particulares e preferências.

Vida saudável 

Comer de forma saudável, evitar o tabaco e o álcool são práticas que te ajudarão consideravelmente na tua batalha contra a preguiça. Uma boa alimentação fará com que estejas muito mais saudável, que te encontres com mais energia e com melhor animo. 

A vida é um jogo

Encara a vida como um jogo, o teu jogo. Não deves encarar as rotinas, os objetivos e as metas como uma terefa árdua e fastidiosa, mas sim como uma variante na tua vida, uma forma distinta de ver o mundo. Quiças haja alguma tarefa que te canse mais do que queres, ou que não te foste, mas tem em conta que só vai durar um bocadinho e que, depois de um bom descanso, voltarás a estar totalmente recuperado. 

Não te obsessiones 

Também não devemos obssessionar-nos em conseguir estritamente todos e cada um dos objetivos marcados. Por vezes, pela razão que seja, não poderás chegar onde pretendes. A estes casos não lhes dês demasiada importância pois haverá dias mais frutíferos. O que sim está claro é que terás muitas oportunidades de te superares a ti próprio. 

Seguindo os conselhos e recomendações indicadas nos pontos anteriores conseguirás fugir da preguiça e não voltar a saber dela, mas se há algo especialmente importante que te vai ajudar, é que aconteça o que acontecer, não deixes para amanhã o que podes fazer hoje. Começa já, quanto mais cedo o fizeres, mais cedo notarás os benefícios, assim que… força!

Virgin Active
#AlwaysDiscovering

Comentários ()