Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Cloud eggs, a nova forma de comer ovos

cloud-eggs

Nutrição e desporto

Quando falamos da alimentação para desportistas, o primeiro que nos vem à cabeça são as proteínas, pois para construir músculo é fundamental um bom aporte de proteínas e aminoácidos. Mas não só de proteínas deveria viver um desportista, muitos especialistas são da opinião que a alimentação dos desportistas deveria ser como a de qualquer outra pessoa, saudável, variada e sim, quiças, com um aporte extra de proteínas e outros nutrientes devido à atividade física intensa que realizam estas pessoas. Uma nutrição saudável é essencial não só para as pessoas que praticam desporto mas também é essencial para as pessoas que não o praticam.

Se te lanças agora no mundo do desporto, temos de te felicitar porque uma pessoa que pratica como mínimo 150 minutos semanais de atividade física reduz cerca de 20%-30% os riscos de padecer de doenças coronárias, reduzirás a possibilidade de padecer de diabetes e, se além de tudo começas a cuidar a tua alimentação reduzirás os níveis de colesterol. E nós queremos ajudar-te a que o consigas.

Se já és desportista, de certeza que conhecerás todos os benefícios que te aporta o desporto e o importante que é uma alimentação correta para os desportistas como tu.

Hoje queremos falar-vos de um dos alimentos estrela de todas as dietas, tanto para emagrecer, como para criar músculo ou, simplesmente, para manter um estilo de vida saudável, o ovo é o alimento mais completo e utilizado por ser uma das melhores e mais saudáveis fontes de proteínas.

Propriedades do ovo

O ovo tem proteínas de alto valor biológico, são de mais fácil digestão que as da carne ou do peixe razão pela qual o tornam perfeito enquanto alimento antes de realizar uma atividade intensa. Aportam muitos aminoácidos essenciais ao nosso organismo.

O ovo tem um baixo conteúdo em gorduras, e as que possui são de fácil assimilação porque são gorduras emulsionadas que facilitam o trabalho ao processo digestivo que ocorre nos nossos intestinos.

São uma importante fonte de vitaminas A, D, E, B6 e B12 fundamentais tanto para a saúde cardiovascular como para o bom funcionamento do cérebro. Além disso possuem uma grande quantidade de minerais como Ca, Fe, Mg, Na, P, Zn e Se, imprescindíveis para o bom funcionamento do organismo.

O mais interessante deste alimento é que podemos separar facilmente as gorduras das proteínas. Na clara do ovo encontramos fundamentalmente 90% de água e o resto está composto por proteínas, aminoácidos e vitaminas. A gema tem má fama por aportar as gorduras e o colesterol, mas como já vimos são nutrientes bons e essenciais para o organismo e a chave encontra-se na moderação. Dois ovos inteiros por dia aportam-nos a quantidade recomendada de colesterol por dia, e salvo se sofra duma dolência especifica que nos proíba, não é necessário desterrar à gema da nossa vida.

Como conhecemos bem os benefícios que o ovo aporta à tua alimentação, queremos propor-te uma nova forma de os comer. Todos temos consciência do efeito aborrecimento das dietas de qualquer tipo, ou seja, se comemos sempre o mesmo e da mesma forma acabamos por nos aborrecer e abandonamos a dieta.

Vamos apresentar-te a nova forma, a nosso ver divertida e original que triunfa nas redes sociais, que se chama cloud eggs (nuvem de ovos).

O que é um cloud egg?

Não é mais que um ovo ao qual batemos a clara em castelo e cozinhamos no forno. Esta elaboração está a triunfar devido à sua originalidade, simplicidade e leve, só tem cerca de setenta calorias.

Para a receita básica necessitaremos dum ovo médio, uma pitada de sal e umas gotas de limão.

Preparação:

Separamos a clara da gema.

Numa taça, batemos a clara com umas gotas de limão até estar quase em castelo, juntamos então o sal e continuamos a bater até que esteja em castelo firme (se viras a taça e não cai, está no ponto).

Colocamos num recipiente que possa ir ao forno a clara batida em castelo e abrimos um buraco no centro para por a gema. Podemos temperar a gema com sal a gosto.

Introduzimos no forno, pré aquecido a 180 °C durante 8 minutos.

Retiramos do forno e… desfrutamos!

Variações e ideias de menús:

Se queremos incrementar o aporte de proteínas podemos fazer a mesma receita mas com duas claras e uma gema. Além disso, pode regular-se o tempo de cozedura para ajustá-los ao gosto de cada um. Se gostas deles mais feitos recomendamos-te dez minutos em vez de oito.

A clara em castelo, ao ter um sabor neutro admite que lhe juntemos mais sabor. Podemos juntar especiarias como óregãos, cebola em pó, cebolinho ou pimenta que podemos incorporar à clara com movimentos envolventes antes de colocar no recipiente de ir ao forno.

Podemos também juntar queijo, atum bem escorrido, fiambre ou fiambre de peru picado à clara se queremos dar-lhe um toque diferente.

Atenção: seja o que for que juntemos à clara, é muito importante que te assegures que sejam alimentos o mais secos e escorridos possível para que as claras não baixem.

Podem ser acompanhados de tostas, arroz, comê-los ao pequeno-almoço ou como um lanche diferente.

Ao pequeno-almoço:

Se queremos um pequeno-almoço completo podemos comê-lo sobre uma torrada de pão de centeio, com um pouco de azeite virgem e uma peça de fruta.

Ao almoço:

É um primeiro prato muito original quando servido sobre arroz integral e acompanhado por uma salada verde.
Perfeito para dar um toque especial aos cremes de verduras em vez do tradicional ovo cozido.

Ao lanche:

Se se acompanha com umas rodelas de abacate e juntas um pouco de lima terás um lanche muito saudável.

Ao jantar:

Obteremos um jantar leve se, quando batermos a clara em castelo, lhe juntamos atum escorrido e o misturamos suavemente e seguimos com o procedimento igual ao da receita original. O resultado é uma nuvem de ovo muito saborosa e leve.

Atreve-te a provar os cloud eggs, esta nova forma de comer ovos, porque o ovo é sempre uma boa opção.

Virgin Active
#AlwaysDiscovering

Comentários ()