Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

Alimentação funcional: o que é a Dieta Adamski

treino

Nos últimos tempos tem-se falado muito na dieta Adamski mas, efetivamente, pouco se sabe dela. Criada pelo naturópata e osteópata Frank Laporte Adamski, propõe cuidar do aparelho digestivo e, desta forma, a perda de peso sem recuperar um só quilo, dois objetivos que desejam alcançar todos os desportistas, assim como quem dedica, pelo menos 3 horas por semana, à rotina no ginásio.

Segundo o próprio Adamski, autor de "A revolução alimentar. Diz-me como digeres e dir-te-ei como te encontras" (Editora Sirio, 2012), o sistema digestivo cumpre funções essenciais para o bom funcionamento do organismo e para manter um bom estado de saúde. Ao contrário, o seu mau estado pode ocasionar transtornos variados que impeçam, igualmente, manter a linha e o peso normal.
Quem segue uma dieta adaptada ao seu nível de treino e procura levar uma vida saudável deve ter em conta estas questões, já que uma boa digestão contribui para melhorar o rendimento desportivo, ou seja, a performance no ginásio.

Vida sã, digestão saudável

Atualmente, está comprovado que uma boa digestão tem uma relação estreita com a manutenção da boa saúde e do bem-estar (tanto físico como psíquico) e, ao contrário, uma má assimilação dos alimentos gera perturbações orgânicas diversas e indesejadas.

Passaram muitas décadas para chegar a estas conclusões. As investigações de Adamski começaram quando, estudando em Paris e praticando Osteopatia, reparou que algumas deficiências das costas tinham a sua origem num mau funcionamento do aparelho digestivo. Estes conhecimentos, com o tempo, tornaram-se indispensáveis para aqueles desportistas que sofriam lesões ou padeciam de moléstias corporais. Porquê? Graças ao avanço da ciência, chegou-se à conclusão que, muitas vezes, uma alimentação desportiva inadequada, traduz-se numa má digestão, afeta a saúde de quem pratica exercício com certa regularidade.

Não há muita ciência nisto: a boa absorção dos nutrientes permite ao teu corpo tirar proveito dos alimentos ao máximo para usá-los ao satisfazer as suas demandas. Sobretudo, na altura de fazer exercício, uma atividade que requer de um gasto energético extra. Ao contrário, quando os nutrientes e as propriedades do que ingeres não são bem assimiladas pelo organismo, as toxinas acumulam-se e a composição sanguínea modifica-se, com o risco de que, como desportistas, sofras as consequências na tua saúde.

Por tudo isto, cuidar-se, para alguém que treina num ginásio, é também cuidar do seu sistema digestivo. De que forma? Tentando que o processo de digestão se produza de maneira natural e saudavelmente e evitando dores de estômago, cãibras ou lesões durante a rotina do ginásio. Se realizas um treino diariamente, deves adotar uma alimentação desportiva que facilite e agilize a tua digestão (efetivamente, Adamski revela que o desporto favorece o funcionamento do trânsito intestinal). Porquê? Pura e simplesmente porque uma digestão rápida é benéfica e dá-nos uma sensação de bem-estar imediato, se o que queres é ter um rendimento desportivo excelente.

O que mais deve saber um desportista sobre a Dieta Adamski?

Outra das ideias-força do Método Adamski (a autêntica chave da sua dieta) é que a má combinação de alimentos (misturar um ácido com um alimento alcalino) pode provocar processos de fermentação e atraso do transporte de nutrientes pelo corpo. Neste sentido, deverias evitar as pastas com molho de tomate, uma torrada com marmelada ou uma porção de peixe temperado com limão, especialmente, antes de realizar exercício.

Saber combinar os alimentos é fundamental para qualquer desportista. A mistura inadequada de nutrientes ativa distintas enzimas na digestão, o que pode gerar um atraso neste processo, que malogre o ritmo e nível do teu treino.

Sabe-se que, previamente à realização de qualquer atividade física, se aconselha consumir hidratos de carbono. Perfeito! Um prato de pasta é uma alternativa válida, sempre que se trate de um tipo de pasta simples (não recheada), acompanhada de vegetais ao vapor ou azeite (nunca de molhos, porque são muito pesados). Por outro lado, se vais comer fruta crua, não a combines com outros alimentos. Um batido de banana (mistura de leite de vaca e fruta) antes de ir ao ginásio, cairá como uma bomba no teu estômago. Evita-o! Prescinde também da combinação de carnes (vermelhas ou brancas) com cereais. Um prato de arroz com frango antes de fazer exercício, por exemplo, produzirá uma sensação de peso que não te permitirá render bem no treino.

Ainda assim, Adamski, que estudou na escola superior de maso-kinesioterapia e pedicuro-podologia Danhier de Paris, afirma que há alimentos "amigos" da digestão (como o azeite, vinho tinto ou chocolate negro). Justamente, o segredo para manter uma boa saúde digestiva e baixar de peso sem recuperar quilos é seguir uma dieta rica em fibra. É importante para todo o desportista ou pessoa que frequenta habitualmente um ginásio. Também deves ter em conta que uma hidratação adequada é indispensável, assim como o fato de evitar excessos como o tabagismo, o alcoolismo ou o mau hábito de beber café em exagero.

Recorda que, se pensas iniciar um plano nutricional desportivo, é importante que consultes, de imediato, um médico ou especialista em nutrição. É o profissional que te deve prescrever uma dieta adaptada. Porquê te aconselhamos uma dieta adaptada? Um desportista requer um plano de alimentação desportiva especial, baseado no seu treino e que cubra as suas necessidades e movimento e esforço, sem colocar em risco a sua saúde.

Para concluir, devemos dizer-te que o treino regular agiliza a digestão e combate à prisão de ventre, entre outros benefícios comprovados. Além disso, o exercício é o "melhor amigo" indiscutível da alimentação desportiva e da vida saudável. É um bom hábito que deve ter pelo menos três vezes por semana.

Virgin Active
Always Discovering

Comentários ()