Esta página web usa cookies para que possas desfrutar de uma ótima experiência de usuário e para que possamos entender como usas a web. Se consentes o uso de cookies para esta página web, continua a navegar com normalidade. Podes encontrar mais informação sobre as cookies que usamos e configurar o seu uso visitando a nossa página de configuração de cookies.

Blog

A partir de que idade é bom que as crianças comecem a praticar desporto?

A maioria dos pais pergunta-se qual será o momento ideal para que os seus filhos se iniciem na prática de algum desporto, já que fazer exercício traz benefícios para as crianças, tanto a nível da saúde como para lhes incutir valores como o trabalho de equipa e o esforço. A verdade é que não se pode afirmar que haja uma idade certa para que uma criança comece a fazer alguma atividade desportiva, uma vez que o primeiro factor a valorizar é a capacidade de movimento e coordenação que tem a criança e, neste sentido, cada um evolui de forma diferente.

De todas formas, deve ter-se em conta que a partir dos 2 anos já é recomendável que comece a ir a aulas de psicomotricidade adaptadas à idade. Quando os pequenos chegam aos 6 ou 7 anos, já estão preparados para começar a praticar desporto de forma regular, acompanhados sempre pelos seus pais e amigos ou na escola. Desde este momento, a evolução do seu corpo é contínua e a pratica desportiva ajuda-os a sentirem-se mais fortes física e emocionalmente. Para conseguir isto, é importante que os pequenos cresçam num ambiente onde o desporto seja uma prática habitual dos seus pais. Desta forma, o seu exemplo vai acostumá-los de maneira natural e inconsciente a praticar alguma atividade física quando chegue o momento adequado.

O efeito do desporto nas crianças:

É importante destacar a influência que tem a pratica de desporto na qualidade de vida futura das crianças, já que desempenha um papel importantíssimo no seu desenvolvimento hormonal, antropométrico e inclusive, neurológico. Quer dizer, aprender as bases de um desporto desde criança, permite-nos assumir capacidades como a força, a destreza e a coordenação de movimentos.

O processo de aprendizagem:

Praticar desporto é algo que também requer um processo de aprendizagem, que permita adquirir destrezas físicas e desenvolver o organismo de maneira adequada. Assim, aos 8 anos já se pode começar com o trabalho de treinos de força porque o sistema nervoso já está na fase adequada de desenvolvimento, o que significa que pode melhorar a sua coordenação.

Mais adiante, quando a criança se aproxime da adolescência, se já trabalhou estes treinos básicos de força, poderá começar a desenvolver a sua força intramuscular, o que repercutirá de maneira direta na sua qualidade de vida futura como adulto.

O valor dos desportos de equipa:

Até agora falámos dos efeitos físicos da pratica de desporto no desenvolvimento do corpo da criança, mas também é importante avaliar a contribuição que os desportos de equipa trazem ao desenvolvimento emocional dos pequenos. Os mais populares nestas idades são o basquetebol e o futebol, já que são os que muitos pais seguem de maneira habitual como aficionados.

Praticar desportos de equipa ajuda à aquisição de valores como o companheirismo, a generosidade e a solidariedade. Ou seja, ensina-os que devem trabalhar juntos se realmente querem conseguir coisas positivas. Igualmente, tem uma grande influência no desenvolvimento de capacidades básicas para a sua vida adulta como a concentração, o autocontrolo e a confiança em si próprio.

Definitivamente, a pratica de desporto infantil é decisiva para ajudar ao desenvolvimento dos mais pequenos, tanto relativamente à parte física como à mente. Desta maneira, os pais asseguram-se de que serão jovens com capacidade para levar uma vida sã. Saberão também que os seus filhos estarão mentalmente equilibrados para se converterem em adultos que tenham um equilíbrio emocional apto para viver e trabalhar em grupo.

Comentários ()